O DISCURSO DO REI – 2010

0

TÍTULO ORIGINAL :- The King’s Speech

DIRETOR :- Tom Hooper

ELENCO :-
Colin Firth (Rei George VI)
Helena Bonham Carter (Rainha Elizabeth)
Derek Jacobi (Arcebispo Cosmo Lang)
Geoffrey Rush (Lionel Logue)
Jennifer Ehle (Myrtle Logue)
Timothy Spall (Winston Churchill)
Guy Pearce (Rei Edward VIII)
Michael Gambon (Rei George V)
Eve Best (Wallis Simpson)
Anthony Andrews (Stanley Baldwin)
Tim Downie (Duque de Gloucester)
Robert Portal (Equerry)
Richard Dixon (Secretária)
Adrian Scarborough (Anuciante da Rádio BBC)
David Bamber (Diretor do Teatro)
Patrick Ryecart (Lorde Wigram)
Teresa Gallagher (Nurse)
Simon Chandler (Lord Dawson)
Andrew Havill (Robert Wood)
Calum Gittins (Laurie Logue )
Dominic Applewhite (Valentine Logue)
Ben Wimsett (Anthony Logue)
Jake Hathaway (Willie)
Claire Bloom (Rainha Mary)
Orlando Wells (Duque de Kent)

SINOPSE :-
Desde os 4 anos, George (Colin Firth) é gago. Este é um sério problema para um integrante da realiza britânica, que frequentemente precisa fazer discursos. George procurou diversos médicos, mas nenhum deles trouxe resultados eficazes. Quando sua esposa, Elizabeth (Helena Bonham Carter), o leva até Lionel Logue (Geoffrey Rush), um terapeuta de fala de método pouco convencional, George está desesperançoso. Lionel se coloca de igual para igual com George e atua também como seu psicólogo, de forma a tornar-se seu amigo. Seus exercícios e métodos fazem com que George adquira autoconfiança para cumprir o maior de seus desafios: assumir a coroa, após a abdicação de seu irmão David (Guy Pearce).

CURIOSIDADES :-
– Inicialmente o papel principal foi oferecido a Paul Bettany, que o recusou alegando que queria passar mais tempo com a família. Posteriormente, o ator lamentou publicamente tal decisão;

– No filme, Guy Pearce interpreta o irmão mais velho do personagem de Colin Firth. Na verdade ele é sete anos mais novo que Firth;

– Este é o 2º filme em que Timothy Spall interpreta Winston Churchill. O anterior foi Jackboots in Whitehall (2010);

– Michael Gambon interpretou o Rei Edward VII na minissérie britânica The Lost Prince. Em O Discurso do Rei, interpreta o filho deste, o Rei George V.

– Colin Firth e Geoffrey Rush já trabalharam juntos em Shakespeare Apaixonado (Shakespeare in Love). Curiosamente, também havia um gago no romance de 1998, interpretado por Mark Williams.Mark Williams.

– Jennifer Ehle, a atriz que interpreta a Sra. Logue em Discurso do Rei também já trabalhou com Colin Firth. Ela interpretou Elizabeth Bennett numa série de TV chamada Pride and Prejudice. Os dois tiveram um breve relacionamento amoroso enquanto eram colegas de trabalho na TV.

– O Discurso do Rei tem um ator australiano (Guy Pearce) interpretando um personagem britânico, uma atriz britânica (Eve Best) interpretando uma personagem americana e um atriz americana (Jennifer Ehle) interpretando uma personagem australiana

– A BBFC (British Board of Film Classification), responsável por classificar e censurar os filmes no Reino Unido considerou Discurso do Rei impróprio para menores de 15 anos. O orgão entendeu que isso era necessário porque a palavra “fuck” é usada 17 vezes no decorrer do filme. A produtora do longa entrou com um recurso e a classificação foi reduzida para 12 anos.

– Após a cerimônia do Oscar foi relançado nos cinemas americanos em nova edição, que retirou as cenas em que o rei George VI falava palavrões. Chamada de “versão família”, ela foi lançada visando uma censura mais branda.

– Em uma das cenas do filme, o terapeuta Lionel se recusa a deixar o rei fumar, alertando: “colocar toda essa fumaça nos seus pulmões ainda vai te matar”. O Rei George VI morreu no dia 06 de fevereiro de 1952, vítima de câncer de pulmão.

– Discurso do Rei contou com uma co-produção australiana. Foi a primeira vez que um filme da austrália venceu o Oscar de Melhor Filme.

– As filmagens tiveram que ser adequadas à agenda de Helena Bonham Carter, ocupada devido às gravações de Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 (2010) e Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 (2011);

PREMIAÇÕES :-
– Ganhou o Oscar 2011, nas categorias:
Melhor Filme,
Melhor Diretor – Tom Hooper,
Melhor Ator – Colin Firth e
Melhor Roteiro Original – David Seidler.
– Indicado, nas categoria:
Melhor Ator Coadjuvante – Geoffrey Rush,
Melhor Atriz Coadjuvante – Helena Bonham Carter,
Melhor Direção de Arte,
Melhor Fotografia,
Melhor Figurino,
Melhor Trilha Sonora – Alexandre Desplat,
Melhor Montagem.
Melhor Mixagem de Som.

– Ganhou o Globo De Ouro 2011, nas categorias:
Melhor Ator – Colin Firth.
– Indicado, nas categorias:
Melhor Filme,
Melhor Diretor,
Melhor Ator Coadjuvante – Geoffrey Rush,
Melhor Atriz Coadjuvante – Helena Bonham Carter,
Melhor Roteiro e
Melhor Trilha Sonora.

– Ganhou o Bafta 2011, nas categorias:
Melhor Filme,
Melhor Filme Britânico,
Melhor Ator – Colin Firth,
Melhor Ator Coadjuvante – Geoffrey Rush,
Melhor Atriz Coadjuvante – Helena Bonham Carter,
Melhor Roteiro Original e
Melhor Trilha Sonora.
– Indicado, nas categorias:
Melhor Diretor – Tom Hooper,
Melhor Fotografia,
Melhor Figurino,
Melhor Maquiagem,
Melhor Desenho de Produção,
Melhor Som e
Melhor montagem.

– Ganhou Independent Spirit Awards 2011, na categoria:
Melhor Filme Estrangeiro

– Ganhou Goya 2011, na categoria:
Melhor Filme Estrangeiro

– Indicado ao Sag Awards 2011, nas categorias:
Melhor Elenco,
Melhor Ator – Colin Firth,
Melhor Ator Coadjuvante – Geoffrey Rush e
Melhor Atriz Coadjuvante – Helena Bonham Carter.

– Ganhou o Festival De Toronto 2010, categoria:
Melhor Filme.

TRILHA SONORA :-
– Symphony no. 7 in A Major: Allegretto
Música por Ludwig van Beethoven

– Piano Concerto No. 5: Second Movement
Música por Ludwig van Beethoven

– Lionel and Bertie
Música por Alexandre Desplat
Gravado no Abbey Road Studios

– The Overture to La Nozze di Figaro
por Wolfgang Amadeus Mozart

– Who’s Been Polishing The Sun?
Música por Noel Gay
Letra por Charles Gaynor
Interpretada por Bert Ambrose e Sua Orchestra
Vocais por Sam Browne e the Rhythm Sisters

– Shout For Happiness
Letra por Jack Hart e Tom Blight
Interpretada por Al Bowlly e the New Mayfair Dance Orchestra.

FILMES 2010

OSCAR 2011

OSCAR 2010

Compartilhar.

Sobre autor

Deixe um comentário