BELEZA AMERICANA – 1999 / Oscar Melhor Filme 2000

0

TÍTULO ORIGINAL :- American Beauty

DIRETOR :- Sam Mendes

ELENCO :-
Kevin Spacey (Lester Burham)
Annette Bening (Carolyn Burham)
Thora Birch (Jane Burham)
Wes Bentley (Ricky Fitts)
Mena Suvari (Angela Hayes)
Peter Gallagher (Buddy Kane)
Chris Cooper (Coronel Fitts)
Allison Janney (Barbara Fitts)

SINOPSE :-
Lester Burham (Kevin Spacey) não aguenta mais o emprego e se sente impotente perante sua vida. Casado com Carolyn (Annette Bening) e pai da “aborrecente” Jane (Tora Birch), o melhor momento de seu dia é quando se masturba no chuveiro. Até que conhece Angela Hayes (Mena Suvari), amiga de Jane. Encantado com sua beleza e disposto a dar a volta por cima, Lester pede demissão e começa a reconstruir sua vida, com a ajuda de seu vizinho Ricky (Wes Bentley).

CURIOSIDADES :-
– Trata-se do 1º filme dirigido por Sam Mendes. Entretanto, o diretor já possui vasta experiência no teatro, tendo em seu currículo a peça The Blue Room, sucesso de bilheteria nos palcos londrinos em 1999, que teve Nicole Kidman no elenco.

– Logo após o lançamento de Beleza Americana surgiram vários boatos acusando Kevin Spacey de pedofilia, já que teria mantido relações com Mena Suvari (na época menor de idade). A notícia foi desmentida por ambos.

– Na edição final, o diretor Sam Mendes terminou por retirar quase 5 minutos do final do filme, alternando radicalmente o fim da história.

– American beauty é um tipo de rosa muito cultivada nos Estados Unidos, com uma peculiaridade: ela não possui espinhos nem cheiro, uma metáfora sobre o vazio do americano comum.

PREMIAÇÕES :-
– Ganhou o Oscar 2000, nas categorias:
Melhor Filme,
Melhor Diretor,
Melhor Ator – Kevin Spacey,
Melhor Roteiro – Alan Ball e
Melhor Fotografia.
– Indicado, nas categorias:
Melhor Trilha Sonora,
Melhor Atriz – Annette Bening e
Melhor Edição.

– Ganhou o Globo de Ouro 2000, nas categorias:
Melhor Filme – Drama,
Melhor Diretor e
Melhor Roteiro – Alan Ball.
– Indicado, nas categorias:
Melhor Ator Dram- Kevin Space,
Melhor Atriz Drama – Annette Bening e
Melhor trilha sonora Original.

– Ganhou o Bafte 2000, nas categorias:
Melhor Filme
Melhor Ator – Kevin Spacey
Melhor Atriz – Annette Bening
Melhor Direção de Fotografia
Melhor Edição
– Indicado, nas categorias:
Melhor Ator Coadjuvante -Wes Bentley,
Melhor Atriz Coadjuvante – Thora Birch,
Melhor Atriz Coadjuvante – Mena Suvari,
Melhor Roteiro Original – Alan Ball,
Melhor Design de Produção,
Melhor Maquiagem e
Melhor Som.

TRILHA SONORA :-
– Because
Escrita por John Lennon e Paul McCartney.
Interpretada por Elliott Smith.

– On Broadway
Escrita por Barry Mann, Cynthia Weil, Jerry Leiber e Mike Stoller.

– Tenderfoot
Escrita por Rick Arbuckle.
Interpretada por Zen Dadio.

– All Right Now
Escrita por Andy Fraser e Paul Rodgers.
Interpretada por Free.

– We Haven’t Turned Around
Escrita por Ian Ball, Paul Blackburn, Thomas Gray, Benjamin Ottewell e Oliver Peacock.
Interpretada por Gomez.

– Something Grand
Escrita por Hilton Ruiz.
Interpretada por Hilton Ruiz Ensemble.

– American Woman
Escrita por Burton Cummings, Randy Bachman, Jim Kale e Gary Peterson.
Interpretada por The Guess Who.

– All Along The Watchtower
Escrita e interpretada por Bob Dylan.

– Use Me
Escrita e interpretada por Bill Withers.

– Cancer For The Cure
Escrita por Mark Everett e Mickey Petralia.
Interpretada por The Eels.

– The Seeker
Escrita por Pete Townshend.
Interpretada por The Who.

– Don’t Rain On My Parade
Escrita por Jule Styne e Bob Merrill.
Interpretada por Bobby Darin.

– As Long As I’m Singing
Escrita e interpretada por Bobby Darin.

– Open The Door
Escrita e interpretada por Betty Carter.

– Don’t Let It Bring You Down
Escrita por Neil Young.
Interpretada por Annie Lennox.

– Call Me Irresponsible
Escrita por Sammy Cahn e Jimmy Van Heusen.
Interpretada por Bobby Darin.

– Where Love Has Gone
Escrita por Sammy Cahn e Jimmy Van Heusen.
Interpretada por Bobby Darin.

– Bali Ha’i
Escrita por Oscar Hammerstein II e Richard Rodgers.
Interpretada por Peggy Lee.

– Original music
Por Thomas Newman.

Compartilhar.

Sobre autor

Deixe um comentário