PARA SEMPRE CINDERELA – 1998

0

TÍTULO ORIGINAL :- Ever After

DIRETOR :- Andy Tennant

ELENCO :-
Drew Barrymore (Danielle De Barbarac)
Anjelica Huston (Baronesa Rodmilla De Ghent)
Dougray Scott (Príncipe Henry)
Patrick Godfrey (Leonardo da Vinci)
Megan Dodds (Marguerite De Ghent)
Melanie Lyndskey (Jacqueline De Ghent)
Timothy West (Rei Francis)
Judy Parfitt (Rainha Marie)
Jeroen Krabbé (Auguste De Barbarac)
Lee Ingleby (Gustave)
Kate Lansbury (Paulette)
Anna Maguire (Jovem Danielle)
Ricki Cuttell (Jovem Auguste)

SINOPSE :-
A rainha da França solicita a presença dos Irmãos Grimm no palácio e lhes conta que gosta muito da obra deles, mas que ficou espantada em como foi contada a história de Gata Borralheira. Assim, decide lhes narrar o que realmente aconteceu na França do século XVI, quando Danielle de Barbarac (Drew Barrymore), sua tataravó, que ficou feliz aos oitos anos quando seu pai (Jeroen Krabbé), um aristocrata viúvo, se casou novamente com uma baronesa (Anjelica Huston), pois assim ela ganhou uma mãe e duas irmãs no mesmo dia. Mas a sonhada felicidade durou muito pouco, pois logo depois seu amado pai morreu subitamente e a madrasta, que ela desejava que fosse a mãe que nunca tivera, passa a tratá-la como uma criada. Uma das filhas da baronesa é bondosa e não concorda com várias atitudes da mãe, mas por outro lado a outra filha é bastante egoísta e só pensa em se casar com o príncipe herdeiro (Dougray Scott). Para isto ela tem total apoio da mãe, que está disposta a conspirar, mentir e fazer o necessário para ver sua filha como a futura rainha. Mas ela precisa agir rápido, pois o príncipe conheceu Danielle e os dois estão apaixonados, com os sonhos de grandeza da baronesa podendo serem frustrados, pois sua enteada e o príncipe estão sendo aconselhados por ninguém menos que Leonardo da Vinci (Patrick Godfrey).

CURIOSIDADES :-
- Um dos contos mais conhecidos do mundo, a história da Cinderella ganhou diferentes versões. No filme, pelo menos dois autores são mencionados. No início, os irmãos Grimm, famosos por diversas fábulas infantis, inclusive por uma das versões de Cinderella, conversam com a rainha sobre as várias histórias da Gata Borralheira.

- Durante o diálogo, eles mencionam que em uma das versões, o sapatinho usado por Cinderella no baile é na verdade feito de pele e não de vidro, como é mais conhecido. A citação é uma referência a Charles Perrault, o primeiro autor a criar a versão de Cinderella, em que ela usaria um sapato de cristal. Para algumas pessoas, a ideia teria surgido a partir de uma interpretação equivocada de termos. Em francês, sapatinho de cristal seria “pantoufle de verre” e sapatinho de pele, “pantoufle de vair”

- Transportada para a época Renascentista, Drew Barrymore teve mesmo que entrar na personagem. Na cena em que Danielle aparece nadando no lago, ela teve que usar o nado de costa invertido, muito popular na Europa Medieval e Renascentista. Hoje em desuso, o estilo é ensinado mais como técnica de sobrevivência.

- O filme é americano, mas a história se passa na França do século XVI. E a rainha Marie (Judy Parfitt) não perde a chance de afinetar a Inglaterra ao falar para o príncipe Henry (Dougray Scott) que escolhesse bem sua esposa porque divórcio é uma coisa que apenas se faz na Inglaterra. A citação faz uma referência ao rei Henrique VIII, da Inglaterra, que causou um escândalo ao se divorciar de Catarina de Aragão para ficar com Ana Bolena.

- O retrato de Danielle, pintado por Leonardo Da Vinci, é baseado em uma obra real do pintor chamada “La Scapigliata”.

- Ao contrário do filme, o pintor Leonardo Da Vinci manteve a obra “Mona Lisa” durante toda a sua vida.

- Os sapatos de cristal foram feitos por Salvatore Ferragamo.

Compartilhar.

Sobre autor

Deixe um comentário