OS BONS COMPANHEIROS – 1990

0

TÍTULO ORIGINAL :- Goodfellas

DIRETOR :- Martin Scorsese

ELENCO :-
Robert De Niro (James Conway)
Ray Liotta (Henry Hill)
Joe Pesci (Tommy DeVito)
Lorraine Bracco (Karen Hill)
Paul Sorvino (Paul Cicero)
Frank Sivero (Frankie Carbone)
Tony Darrow (Sonny Bunz)
Frank Vincent (Billy Batts)
Chuck Low (Morris Kessler)
Frank DiLeo (Tuddy Cicero)
Gina Mastrogiacomo (Janice Rossi)
Catherine Scorsese (Mãe de Tommy)
Charles Scorsese (Vinnie)
Illeana Douglas (Rosie)
Samuel L. Jackson (Stacks Edwards)

SINOPSE :-
Henry Hill (Ray Liotta) conta a sua história de garoto do Brooklyn, Nova York, que sempre sonhou ser gângster, começando sua “carreira” aos 11 anos e se tornando protegido de James “Jimmy” Conway (Robert De Niro), um mafioso em ascensão. Tratado como filho por mais de vinte anos, ele se envolve em golpes cada vez maiores e acaba se casando com Karen Hill (Loraine Bracco), sua amante. Impossibilitado de ser totalmente “adotado” pela “família”, o jovem ambicioso conquista prestígio, se envolve com o tráfico de drogas, prática grandes roubos e ganha muito dinheiro, mas os agentes federais estão na sua cola e o seu destino pode mudar a qualquer momento.

CURIOSIDADES :-
- O longa foi baseado no livro “Wiseguy”, escrito por Nicholas Pileggui, que também atuou como roteirista ao lado de Martin Scorsese.

- O nome original de Os Bons Companheiros seria inicialmente “Wiseguy”, mesmo nome do livro em que o roteiro foi baseado. A troca foi realizada apenas para não causar confusão com O Homem da Máfia, de 1987, cujo título original é exatamente “Wiseguy”.

- Este é o 3º de 6 filmes em que Robert De Niro e Joe Pesci atuam juntos. Os demais foram Touro Indomável (1980), Era Uma Vez na América (1984), Desafio no Bronx (1993), Cassino (1995) e O Bom Pastor (2006).

- Catherine e Charles Scorsese, respectivamente mãe e pai do diretor Martin Scorsese, fazem pequenas pontas no filme.

- O livro “Wiseguy”, e consequentemente Os Bons Companheiros, conta a história real de Henry Hill.

PREMIAÇÕES :-
- Ganhou o Oscar 1991, na categoria:
Melhor Ator Coadjuvante – Joe Pesci.
- Indicado nas categorias:
Melhor Filme,
Melhor Diretor,
Melhor Roteiro Adaptado,
Melhor Atriz Coadjuvante – Lorraine Bracco e
Melhor Edição

- Indicado ao Globo de Ouro 1991, nas categorias:
Melhor Filme em Drama,
Melhor Diretor,
Melhor Ator Coadjuvante – Joe Pesci,
Melhor Atriz Coadjuvante Lorraine Bracco e
Melhor Roteiro.

- Ganhou o Leão de Prata 1991, no Festival de Veneza.

Compartilhar.

Sobre autor

Deixe um comentário